Massagem – 5 Pesquisas Científicas que Comprovam sua Eficácia!

Pesquisas Científicas sobre Massagem

Pesquisa em Massagem

Pesquisa em Massagem

Pesquisas que comprovam que a massagem não é somente relaxante, mas se devidamente aplicada, por um profissional qualificado é terapêutica. Todas as pesquisas abaixo foram retiradas de artigos e/ou revistas científicas.

É um pensamento recorrente a população em geral acreditar que massagem tem uma única função. Relaxar. E venho dizer que não é bem assim! Muito pelo contrário a massagem é capaz de aliviar dores que outras áreas da medicina não conseguem.

A massagem bem feita promove uma ação holística, isto é, tratar o paciente como um todo e não segmentado. Ele não é só um braço, só uma cabeça, só um stress, mas um conjunto inseparável de físico e mental!

90% das dores tem uma parte emocional!

Pesquisa 1 - Transtorno do déficit de atenção e hiperatividade

Adolescentes com déficit de atenção e hiperatividade referiram estar mais felizes e atentos apos sessão de massagem.

.

Os professores desses adolescentes disseram que a hiperatividade diminuiu e os alunos passaram mais tempo nas lições/exercícios.

.

Field, T., Quintino, O. & Hernandez-Reif, M., & Koslovsky, G. (1998). Adolescents with attention deficit hyperactivity disorder benefit from massage therapy. Adolescence, 33, 103-108.
Trinta crianças entre 7 e 18 anos com diagnóstico de déficit de atenção e hiperatividade foram aleatoriamente divididas em 2 grupos. Um grupo recebeu massagem e o outro foi o grupo controle.

.

O método de averiguação foi o Conners Teacher Rating Scales de ansiedade e hiperatividade. O grupo que recebeu massagem melhorou seu comportamento em sala de aula e os resultados de todos os testes melhoraram em relação ao grupo controle.

.

Khilnani, S., Field, T., Hernandez-Reif, M., & Schanberg, S. (2003). Massage therapy improves mood and behavior of students with attention-deficit/hyperactivity disorder. Adolescence, 38, 623-38.

Pesquisas 2 - Adolescentes Depressivos

Mães adolescentes com depressão receberam dez massagens de 30 minutos ou relaxamento durante 5 semanas.

.

Os dois grupos referiram diminuição na ansiedade quando comparado a primeira à última sessão. Mas somente o grupo que recebeu massagem mostrou diminuição nos hormônios relacionados ao estresse e nos níveis de cortisol na saliva e na urina. O que sugere uma diminuição no estresse após 5 semanas.

.
Field, T., Grizzle, N., Scafidi, F., & Schanberg, S. (1996). Massage and relaxation therapies' effects on depressed adolescent mothers. Adolescence, 31, 903-911.

Pesquisa 3 - Hipertensos

A massagem diminuiu a pressão diastólica, a ansiedade e os níveis do hormônio cortisol em adultos hipertensos.

.
Hernandez-Reif, M., Field, T., Krasnegor, J., Theakston, H., Hossain, Z., & Burman, I. (2000). High blood pressure and associated symptoms were reduced by massage therapy. Journal of Bodywork and Movement Therapies, 4, 31-38.

Pesquisa 4 - Migraine Headache

Massagem diminui a ocorrência de dor de cabeça, distúrbios do sono e tensão, agonia e aumentou a quantidade de serotonina em adultos com dores de cabeça.

.
Hernandez-Reif, M., Field, T., Dieter, J., Swerdlow. & Diego, M., (1998). Migraine headaches were reduced by massage therapy. International Journal of Neuroscience, 96, 1-11.

Pesquisa 5- Spinal Cord Injuries

Massagem terapia aumentou a habilidade funcional, amplitude de movimento e forca muscular em pacientes com lesão na coluna.

.

Diego, M., Field, T., and Hernandez-Reif, M., Brucker, B., Hart, S., & Burman, I. (2002). Spinal cord patients benefits from massage therapy. International Journal of Neuroscience, 112,133-142.